O Boletim - Dezembro/2007 - ANO 50 - Nº 601

Baixe aqui a versão em PDF


• REFLEXÕES COM BEZERRA
• EDITORIAL
• MOMENTO DE POESIA
• LIVRO DO MÊS
• VULTO DO MÊS
• LEMBRETE FRATERNO
• NO MUNDO DO ESPERANTO
• MENSAGENS QUE MERECEM MEDITAÇÃO
• MOVIMENTO ESPÍRITA
• PALAVRAS DE ALAN KARDEC
• NOTÍCIAS
• ATIVIDADES DO CENTRO

  

Bezerra convida-nos à reflexão

Rogativa


Senhor Jesus!

Rogando-te permissão para reverenciar o divino apostolado, nós te louvamos e agradecemos as oportunidades de traba-lho, das quais nos enriqueces a existência. Abençoa-nos, Senhor, com a tua infinita bondade a fim de aprendermos a servir-Te , na pessoa daqueles irmãos nossos da Humanida-de, tantas vezes em obstáculos maiores do que os nossos.

Conserva-nos aqui, em teu amor, e ensina-nos a encontrar-Te nas tarefas do bem a que nos designas, para que não nos percamos nas sombras em que, porventura, se nos envolvam os caminhos, nos variados climas terrestres!...Nas horas felizes, dá – nos a tua inspiração e a tua luz, para que a nossa alegria não se converta em flor estéril, na seara de tuas bênçãos e, nos dias difíceis , sê nosso apoio para que a provação não nos abata ou destrua. Ajuda-nos a identificar-Te a Presença Divina, em cada coração necessitado de socorro ou de amor que nos bata à porta e supre-nos de forças e recursos, na munificência de teu amparo, no desem-penho das nossas obrigações. Quando a incerteza nos visite em ação, coloca, Jesus, por misericórdia, a tua mão em nossas mãos e guia-nos o sentimento, para que o bem se faça, não segundo a nossa visão humana e estreita, e sim de acordo com as disposições sábias e compassivas de tua vontade.

Quando possíveis incompreensões nos impulsionem a qual-quer dificuldade de entendimento, guarda-nos em tua paciên-cia e induze-nos à união e à humildade, auxiliando-nos a saber que a obra de elevação, em que nos permites cooperar é sempre tua e não nossa.Fazei-nos reconhecer que a caridade começa invariavelmente de nossas relações mútuas, porquanto, apenas em nos servindo uns aos outros é que conseguiremos irradiar o amor que nos deste para distribuir com os nossos semelhantes.
Senhor, ampara-nos e orienta-nos, para que possamos, um dia, corresponder plenamente ao teu mandato de confian-ça!...E, suplicando-Te, mais uma vez, acolher-nos em teu coração misericordioso e augusto, terminamos a nossa rogativa com aquela outra que legaste por Luz Divina, no caminho dos cristãos de todos os séculos.

“ Pai Nosso, que estás nos Céus, santificado seja o teu nome; venha a nós o teu reino; seja feita, oh! Pai, a tua vontade, assim na Terra como nos Céus; o pão nosso de cada dia dá-nos hoje ; perdoa as nossas dívidas, assim como nós perdo-amos nossos devedores: não nos deixes cair em tentação e livra-nos do mal, porque teus são o reino , o poder, a majes-tade e a glória para sempre!... Assim seja.”

Bezerra de Menezes
XAVIER, Francisco C. Bezerra, Chico e você

voltar ao topo


EDITORIAL

Como sempre, a nossa Casa de Bezerra está sendo prepa-rada para mais um Natal e, com muita alegria, o Espírito Natalino vai se aproximando e nos trazendo, com mais intensidade, aquela consciência que temos o ano todo, de que precisamos trabalhar pelo nosso próximo, precisamos urgentemente trabalhar a nossa generosidade, vislumbrar no sofrimento alheio a oportunidade de crescermos enxugando lágrimas e soletrando o amor.

Como é importante o exercício da compreensão, lembrando a Grande Figura de Jesus a pedir ao Pai o perdão para seus algozes, esse perdão tão necessário, que se estende até nós, também algozes, cegos em um mundo desorientado.

É contra essa desorientação que a Casa Espírita trabalha. É pelo acolhimento fraterno aos que não entendem o espírito natalino que centros espíritas, como o nosso, precisam ficar com suas portas abertas, pois devemos estender as mãos, assim como também precisamos apertar as mãos esten-didas do Pai.

Não podemos perder tempo. As nossas lágrimas devem ficar recolhidas porque, enquanto as enxugamos, estamos dei-xando de secar as daqueles que sofrem mais do que nós.

Estejamos juntos nesse Natal, como sempre. Generosidade e alegria fazem parte da personalidade espírita, não porque sejamos melhores, mas porque esperamos o melhor. Assim deve ser o nosso Natal, fraterno, amigo, feliz, de mãos dadas e estendidas, presenteando o Cristo com o melhor de nossa emoção.

Vamos imaginar a doce figura de Bezerra, seu desprendi-mento diante dos bens materiais e seu apego às luzes do Espírito. É como se o Centro Espírita Bezerra de Menezes fosse um enorme cobertor, abrigando não só aqueles que nos procuram, mas a nós mesmos, porque também sentimos frio, porque também temos carências...

A diferença é que podemos contar com o generoso consolo da Doutrina Espírita, que nos afaga o coração, nos inspira, nos acalma.

E assim, aprendendo e ensinando, vamos seguindo a estra-da que Bezerra nos mostra e para segui-la, todos são convi-dados, todos são bem-vindos


voltar ao topo


MOMENTO DE POESIA

SER CRISTÃO


O Evangelho no mundo é o Livro da Alegria,
Revelando em Jesus o Coração da História.
Sob a estrela fulgente e em cânticos de glória,
A Manjedoura surge e a Graça principia.

Nas Bodas de Caná, o Senhor faz-se o guia
Da festa de noivado, em milagre e vitória,
E em toda a Galiléia é a beleza incorpórea,
Trazendo amor e sol à terra escura e fria.

Converte a própria cruz, que o flagela e domina,
Em mensagem da vida imortal e divina,
Doando à fé sublime augusta sementeira.

Em júbilo sem par, alcançando o Infinito,
Ser cristão é ser luz ao mundo amargo e aflito,
pelo dom de servir à Humanidade inteira.

Olavo Bilac

Fonte: XAVIER, Francisco C. Antologia Mediúnica do Natal .
2. ed. FEB. 1982. p,91



voltar ao topo


LIVRO DO MÊS

Fonte de Luz

FRANCO, Divaldo P. Fonte de Luz. Pelo Espírito Joanna de Ângelis. Araguari, MG: Minas Editora, 2000

Neste livro, a autora selecionou trinta e cinco temas que inte-ressam a todos, ex-plicados sob a ótica do Evangelho inter-pretado pelo Espiri-tismo. Oferecem enfoques otimistas e solucio-nadores dos problemas que nos afetam.

Amigo leitor: Fonte de Luz é obra merecedora de atenta leitura e proveitosa meditação para obter o equilíbrio e a paz para prosseguir.

Leia – Medite - Divulgue

    


Instruções Psicofônicas


voltar ao topo


VULTO DO ESPIRITISMO

ADELAIDE AUGUSTA CÂMARA (AURA CELESTE)





síntese biográfica

Nascida em 11 de janeiro de 1874, na cidade de Natal, capital do Estado do Rio Grande do Norte, Adelaide Augusta Câmara foi uma das mais importantes personagens femininas do Espiritismo brasileiro, tendo se notabilizado sob o pseudônimo de Aura Celeste. Em janeiro de 1896, Adelaide mudou-se para o Rio de Janeiro, então capital do país, para lecionar no colégio Ram Williams. Desenvolveu sua tarefa com desenvoltura, até que resolveu criar em sua própria casa um curso primário, por onde passaram muitas figuras importantes do cenário nacional.


No ano de 1898, começou a sentir os primeiros sinais de sua mediunidade. Encontrou certa vez no jornal O Paiz as crônicas escritas pelo dr.Bezerra de Menezes e passou a lê-las regularmente. Encantada pela nova descoberta, resolve conhecer mais de perto o Espiritismo e, sob a sábia orientação do apóstolo Bezerra de Menezes, que na época era presidente da Federação Espírita Brasileira (FEB), começou a desenvolver sua mediunidade e iniciou o trabalho como psicógrafa no Centro Espírita Ismael. Posteriormente, ela desenvolveu a audiência e começou a proferir palestras e receitar. Conseguiu através da sua psicografia escrever a série "Do Além", em 21 fascículos e o livro "Orvalho do Céu". Foi aí que adotou o nome de Aura Celeste, pelo qual ficaria conhecida em todo o país.

No ano de 1924, Adelaide desperta o interesse para a assistência às crianças órfãs e aos idosos desamparados. Decide então trabalhar para construir uma instituição para abrigar e cuidar destes necessitados. Após três anos de infrutíferos esforços, encontrou o confrade João Carlos de Carvalho que estava arrecadando fundos para atender a igual objetivo e que lhe entregou uma lista de donativos para que ela pudesse colaborar com a arrecadação. Poucos dias depois, João Carvalho desencarna, e ela sem saber o que fazer, ficou de posse da lista e do dinheiro angariado.

Alguns meses se passaram, até que um senhor chamado Lopes, proprietário da Casa Lopes, e que estava estudando a Doutrina, mostrou interesse em fundar uma instituição de auxílio e amparo aos órfãos. Ao saber disso Adelaide lhe informa da existência da lista de donativos. O Sr. Lopes recebeu a informação com entusiasmo e, em 13 de março de 1927, os dois fundaram o Asilo Espírita João Evangelista, sendo Aura a sua primeira diretora.

A vida de Adelaide Câmara foi um testemunho de amor. Médium dedicada, honesta e sem vaidade, oradora con-vincente e escritora talentosa, nunca se valeu dos seus talentos para proveito próprio. Sempre trabalhou em prol dos carentes, necessitados e desvalidos, vivenciando exemplarmente o amor ao próximo. Desencarnou no Rio de Janeiro, em 25 de Outubro de 1944.

voltar ao topo


LEMBRETE FRATERNO

Reflexões sobre o Nosso Natal Interior


Lembro-me de minha infância, quando meu pai não me deu muitas ilusões sobre o Papai Noel e, bem cedo, substituiu-as pelo verdadeiro sentido da data: Jesus.

Ficávamos os dois a olhar para o céu, bem azul, e a cada formato de nuvem, ele fazia uma analogia com fatos da vida do Mestre e lá ficava eu a imaginar o caminho dos Reis Magos até a manjedoura, sabia de cor seus nomes e os presentes que eles traziam.

Uma vez, questionei meu pai sobre a singeleza dos presentes: ouro, incenso e mirra. Fui então informado de que a nobreza do Pequeno que ali estava não deveria ser medida pelo valor dos presentes, expres-sões materialistas de um mundo orgulhoso, mas sim, pela razão de sua presença salvadora entre nós.

Os presentes deveriam, sempre, ser um gesto de amizade, um carinho, uma forma de dizer da presen-ça de amigos, jamais objetos de ostentação, de capa-cidade financeira... Um presente não pode ser mais importante que a data em que está inserido.

Talvez por causa de lições como essa, nunca conse-gui ver o Natal como uma festa consumista, uma oportunidade para comilanças e excessos de bebidas, ao contrário de muitos, sinto uma enorme alegria interior. Não vejo a menor razão para que pessoas fiquem tristes, deprimidas. A data é, por definição, de alegria; comemora-se a chegada do nosso modelo maior, o Espírito por Excelência e essa chegada foi tão importante, que até hoje estamos elaborando Suas palavras, Seus exemplos, procurando através de nossa imperfeição, o sentido perfeito de frases como: Amai-vos uns aos outros, ainda estamos decodifican-do a cristalina mensagem das parábolas e procurando os “mistérios” do Sermão do Monte, entre uma guerra e outra.

Derramamos tanto sangue, ao longo desses dois mil anos de história cristã, para defender o nome de Deus, quando tudo o que precisávamos fazer era nos abraçarmos, sabendo que o nome de Deus é defendi-do pela natureza eterna de nossas boas ações.

A cruz foi erigida como um símbolo de paz, mas foi nosso estandarte de guerra por séculos, obrigando-nos a um sacrificado e doloroso périplo pelos corredo-res do tempo, até cairmos, inertes, ansiosos pelas experiências renovadoras na direção de Jesus.

O Natal não pode ser um estado de solidão, nós nun-ca estamos sós, é contrário à lei de Deus, que nos assegura, nos piores momentos, a mão amiga do Menino cujo nascimento comemoramos.

O Natal deve ser aquele mágico momento de refle-xão, o nosso natal interior, quando buscamos enten-der as contradições da guerra e os anseios da paz, a pobreza e a miséria como resgates e a riqueza como provação; quando buscamos construir nossos melho-res valores e aplicá-los nos caminhos do futuro, o Natal deve ser a modesta fonte de um suntuoso so-nho de amor e luz.

Deve ser, sobretudo, uma agradecida oração ao Pai, que nos oferece tantas oportunidades de sermos melhores.

Um Feliz Natal Interior.

Assaruhy Franco de Moraes

voltar ao topo


NO MUNDO DO ESPERANTO

“La paco de Jesuo estu en la koroj de
niaj karaj gefratoj."


Dezembro é um mês muito alegre para os esperan-tistas, porque além do Natal, quando se comemora a vinda de Jesus ao planeta, também festejamos, com alegria, em 15 de dezembro, o aniversário de nasci-mento de Zamenhof, o criador do nosso querido idio-ma internacional, o esperanto.
O acróstico que transcrevemos abaixo, em espe-ranto, nos apontando o caminho a seguir para encon-trar a paz e a felicidade.

O sublime aniversariante de dezembro, JESUS, é para todos nós o CAMINHO (VOJO), que nos conduz a DEUS, a VERDADE (VERO) nos educa e a VIDA (VIVO) torna-se feliz, quando temos o MESTRE no coração.

JESUO

Vojoj al Dio ja estas pluraj!
Oni ne rajtas dubi pri tio.
Jesuajn instruojn – la plej puraj!
Oni ne miskomprenu, ho, Dio!

Vere ĉiuj vojoj iras al li.
En li trovas ni la finan vojon
Reen kondukantan trafe al Di’.
Oni tiam pro Vero sentas ĝojon!

Kristo, dat-revenanto sur Tero,
Ame kaj pacience kondukas
Junulojn kaj oldulojn al Vero.

Vero, kiu nin ĉiujn edukas,
Iam dolore, iam kun ĝuo;
Vero pri la Vojo, pri la Vivo!
Oni ĝin nur trovas ĉe Jesuo!

Tradução do acróstico:
JESUS

Os caminhos para Deus, de fato, são vários!
Não se tem o direito de duvidar disso.
As lições de Jesus – as mais puras!
Não compreendamos erradamente,oh, Deus!

Em verdade, todos os caminhos vão a Ele.
Nele encontramos o caminho final
De volta, conduzindo diretamente a Deus.
Por causa da verdade, sente-se então alegria!

O Cristo, aniversariante na Terra,
Amorosa e pacientemente conduz
Os que são jovens e os que são velhos à verdade.

Verdade, que a nós todos educa,
Ora com dor, ora com prazer;
Verdade sobre o Caminho, sobre a Vida!
Encontramo-la somente em Jesus!

voltar ao topo


MENSAGENS QUE MERECEM MEDITAÇÃO

Evangelize agora...

“É impraticável o aprimoramento das almas, sem educação, e a educação exige legiões de colaborado-res.” Emmanuel

“Quem educa, cria valores éticos-culturais para uma vivência nobre e ditosa. Quem evangeliza, liberta para a vida feliz.” (Amélia Rodrigues)

EVANGELIZADOR!

• Estude a Doutrina Espírita.
• Atualize métodos de ensino.
• Participe com interesse.
• Exemplifique o que ensina.
• Persevere no esforço.
• Integre-se na equipe do Centro.

O QUE É EVANGELIZAÇÃO?

“A boa vontade de aprender, de se aprimorar, de enriquecer seus recursos é uma qualidade básica para outras aquisições fundamentais à tarefa de evangelizar.”

“(...) À medida que contribui para o crescimento espiritual das crianças e dos adolescen-tes, o Evangelizador realiza o próprio progresso(...)”.

“Recordemos que o futuro tam-bém nos aguarda. Preparemo-nos, hoje, construindo o ama-nhã. Crianças e jovens pedem-nos amparo e orientação.”
Carlos Lomba

EVANGELIZE! Colabore, participe, integre-se na CAMPANHA DE EVANGELIZAÇÃO INFANTO-JUVENIL

(Extraído do folheto da Federação Espírita Brasileira)

voltar ao topo


MOVIMENTO ESPÍRITA

PEÇAS ESPÍRITAS NO CEERJ

DEZEMBRO

No dia 8 - “Mais Vivo do que Nunca” brinda os espectadores com reflexões acerca da problemática dos espíritos, que inclui a dificuldade na ascensão aos planos superiores da Espiritualidade e a ignorância quanto à Leis que regem o Universo, como a do Amor e da Causa e Efeito.

No dia 9 – “Eurípedes Barsanulfo – Uma Vida de Doação” conta a história deste que foi considerado por ChicoXavier o Apóstolo do Triângulo Mineiro e intitulado o Apóstolo da Caridade.

Os ingressos para as peças custam R$10,00

=====================================

RÁDIO RIO DE JANEIRO - 1400 AM

Visite a página eletrônica: www.radioriodejaneiro.am.br

A Rádio Rio de Janeiro, a emissora da Fraternidade, está iniciando mais uma etapa de trabalho. Levar a mensagem espírita aos diferentes pontos de nosso planeta. No entanto, para isto, precisa de parcerias e a principal é você.
Coopere. Divulgue.

Estrada do Dendê, 659 Tauá - Ilha do Governador
Rio de Janeiro - RJ / CEP.: 21.920-000
Telefone: (21)3386-1400 e (21)3396-5252

==================================

FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA

PLANO DE TRABALHO PARA O MOVIMENTO ESPÍRITA BRASILEIRO (2007 – 2012)

Fundamentação doutrinária

O Plano de Trabalho utiliza o referencial doutrinário contido nas obras da Codificação Espírita.

MISSÃO DOS ESPÍRITAS:

• “Ide, pois, e levai a palavra divina: aos gran-des que a desprezarão, aos eruditos que exigirão provas, aos pequenos e simples que a aceitarão (...).

• Arme-se a vossa falange de decisão e cora-gem! Mãos à obra! o arado está pronto; a terra espera; arai!

• Ide e agradecei a Deus a gloriosa tarefa que Ele vos confiou; mas, atenção! entre os chamados para o Espiritismo muitos se transviaram; reparai, pois, vosso caminho e segui a verdade.”
(ESE, XX:4)

------------------------------------------------------------

(Recomenda-se a leitura integral: Edição Especial-Reformador - julho/07)

voltar ao topo


Palavras de ALLAN KARDEC


ALLAN KARDEC explica: ESCÂNDALOS



“No sentido evangélico, a acepção da palavra escândalo, tão amiúde empregada, é muito mais geral, pelo que, em certos casos, não se lhe apreende o significado.

Já não é somente o que afeta a consciência de outrem, é tudo o que resulta dos vícios e das imperfeições humanas, toda reação má de um indivíduo para outro, com ou sem repercussão. O escândalo, neste caso, é o resultado do mal moral.”

É preciso que haja o escândalo, disse Jesus, porque, imperfeitos como são na Terra, os homens se mostram propensos a praticar o mal, e porque, árvores más, só maus frutos dão. Deve-se, pois, entender por essas palavras que o mal é uma conseqüência da imperfeição dos homens e não que haja, para estes, a obrigação de praticá-lo.”

(Evangelho segundo o Espiritismo.cap.VIII:12)

LER KARDEC, ESTUDAR KARDEC, ENTENDER KARDEC para VIVER JESUS

voltar ao topo


NOTÍCIAS DO CEBM

CONSELHO DIRETOR

Fundado em 12 de setembro de 1912 Diretores


Área Administrativa: Lydia Alba da Silva

Área Financeira: Ennio de Oliveira Tavares

Área de Assuntos Doutrinários: Lydia Alba da Silva

Área de Divulgação: Luís Henrique Fernandes de Souza

Área de Educação Espírita da Infância, Juventude e Família: Lucia Maria Alba da Silva

Área de Assistência e Promoção Social Espírita: Marcia Antonio Frota Correia

  • Fitas de áudio e vídeo para empréstimo
  • Procure um dos nossos plantonistas.

Espíritas: amai-vos e instrui-vos.”
(Espírito de Verdade)


•Leite, feijão e outros alimentos não perecí-veis (maio e junho)
•Cobertor, flanela (maio e junho)
•Roupa de cama (maio e junho)
        • NOVOS ASSOCIADOS
Para concretizarmos os novos projetos, precisamos aumentar o quadro de associa-dos cooperadores, corações generosos que se unam a nós, participando das despesas de manutenção e conservação dos prédios.
“AJUDAR É HONRA QUE NOS COMPETE.”
Contamos com você.

• PROJETO DE ADEQUAÇÃO DO AUDITÓRIO - TROCA DAS CADEIRAS
Contamos com a sua colaboração para o prosseguimento do projeto.
Informações na Secretaria.

REUNIÕES PÚBLICAS DE ESTUDOS DOUTRINÁRIOS, seguidas de passes e água magnetizada.

PROGRAMAÇÃO

 

TERÇAS - FEIRAS
15:00 (Excepcionalmente dia 25 as 10h)

DIAS

ASSUNTOS

EXPOSITORES

04

Caracteres da perfeição. A virtude

EV- cap. 17: 1, 2 e 8

Welles Costa

11

No exame do perdão

OBRA: Estude e Viva - cap. 27

Sebastião Pimenta

18

LE – Introdução X a XIII

Maria Ramos Williams

25

10h - O CRISTO EM MIM



QUINTAS - FEIRAS
19:00

DIAS

ASSUNTOS

EXPOSITORES

06

Poder da fé

EV- cap. 19: 1 a 7; 11 e 12

Inês Gripp

13

Livre-arbítrio e fatalidade

LE– questões 843 a 867

Zita Flora de Almeida

20

Parábola da figueira que secou

EV: cap. 19: 8 a 10

Marcia Antonio Frota Correia

27

Conhecimento do futuro. O móvel das ações humanas

LE – questões 868 a 872

Inês Gripp



DOMINGOS
10:00

Aprendendo com Joanna de Ângelis
OBRA: Fonte de Luz. Pelo Espírito Joanna de Ângelis.
Psicografia de Divaldo P. Franco

DIAS

ASSUNTOS

EXPOSITORES

02

Quedas morais

p.48

Assaruhy Franco de Moraes

09

Batalha íntima

p. 75

Manoel Messias Macedo

16

Pensamento e conduta

p. 103

Carlos Alberto Mendonça

23

Jesus e Família

p. 11

Lucia Maria Alba da Silva

30

Despertar espiritual

p. 41

Carla Gemmal


--------------------------------------------

Visite a LIVRARIA e a BIBLIOTECA do Centro. Fitas de áudio e vídeo para empréstimo. Procure um dos nossos plantonistas. “Espíritas: amai-vos e instrui-vos.” (Espírito de Verdade)

• Visite o nosso site: www.bezerramenezes.org.br. Assim, poderá ter o Centro em seu lar durante 24 horas. Apresente sugestões para que possamos melhor direcioná-lo a você. Cadastre-se para receber O BOLETIM on-line.

• O DEPARTAMENTO DE DIVULGAÇÃO dispõe, para empréstimo, de fitas de áudio e vídeo, com temas doutrinários. Possui uma biblioteca com mais de 1100 títulos à sua disposição. Procure um dos nossos plantonistas.
“Com o bom livro, caminhamos na direção do futuro e recebemos da Divina Imortalidade
a nossa gloriosa destinação de filhos da Luz.” (Emmanuel)

• As reuniões de Educação Espírita da Infância, Juventude e Família já se iniciaram, aos sábados, de 14:30 às 17:00. As inscrições estão abertas.

• Os GRUPOS DE ESTUDO, em 2007, estão em funcionamento. Prepare-se para freqüentá-los. Ainda há vagas!!! Inscreva-se.

• Consulte a programação dos estudos doutrinários. Sua presença às reuniões é aguardada com alegria.

• Prezado irmão associado: Coopere com nossa Casa mantendo em dia suas mensalidades. Delas dependem nossas tarefas assistenciais e de manutenção dos prédios.

PARTICIPE E DIVULGUE! CAMPANHAS:
   ° NOVOS ASSOCIADOS - Para concretizarmos os novos projetos, precisamos aumentar o quadro de associados cooperadores, corações generosos que se unam a nós, participando das despesas de manutenção e conser-vação dos prédios. “Ajudar é honra que nos compete.” Contamos com você.
   °Leite, feijão e outros alimentos não perecíveis.
   °Peças para enxoval dos bebês.
  ° Projeto de Adequação do Auditório - Campanha para Troca do Piso Juntos, atingimos a meta! Contamos com a sua colaboração para o prosseguimento do projeto. Informações na Secretaria.

• Visite a Área de Assistência e Promoção Social Espírita - AAPSE -  para conhecer as atividades que realiza. Informações :  às 3ª feiras - 16:00  e  5ª feira - 18:30.

voltar ao topo


 
ATIVIDADES DO CENTRO

18:50/20:15 – Reunião de Estudo e Educação da Mediunidade ( privativa)
18:30/20:00 – Reunião de Atendimento Espiritual (privativa)

...............................................................................................

13:45/15:00 – Reunião de Atendimento Espiritual (privativa)
14:30/15:00 – Diálogo Fraterno
15:00/16:30 – Reunião de Estudos Doutrinários (pública)
16:30/17:00 – Diálogo Fraterno
16:30/18:00 – Grupo de Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita (ESDE)

...............................................................................................

08:00/08:30 – Encontro de Oração
08:30/09:00 – Diálogo Fraterno
19:00/20:30 – Grupos de Estudo

  • Introdução à Doutrina Espírita
  • Básico da Mediunidade
  • Estudos do Evangelho

...............................................................................................

QUINTAS-FEIRAS

16:30/18:00 – Curso de Esperanto
17:30/18:15 – Evangelho no Lar
18:30/19:00 – Diálogo Fraterno
18:45/20:00 – Reunião de Atendimento Direto (privativa)
19:00/20:30 – Reunião de Estudos Doutrinários (pública)

...............................................................................................

08:00/08:30 – Encontro de Oração
08:30/09:00 – Diálogo Fraterno
18:45/20:00 – Reunião de Atendimento à Distância (privativa)

.................................................................................................

08:00/12:00 – Atividades do SAPSE (4º sábado)
15:00/17:00– Educação Espírita da Infância e da Juventude
15:00/17:00 – Educação Espírita da Família
15:00/17:00 – Grupo de Estudos Espíritas
17:30/19:30 – Grupo de Estudos Espíritas

.................................................................................................

10:00/11:30 – Reunião de Estudos Doutrinários (pú-blica)
13:45/16:30 – Caravana - Visita ao Instituto Miguel Pedro (mensal - no 3º domingo)
13:00/18:00 – Caravana - Visita ao Centro Espírita Filhos de Deus ( mensal - no 4º domingo)

Os GRUPOS DE ESTUDO em 2007 estão em andamento.
Prepare-se para freqüentá-los.
Ainda há vagas!!! Inscreva-se.

Visite a Área de Assistência e Promoção
Social Espírita para conhecer as
atividades.
Informações: às 3ª feiras - 16:00 e
5ª feiras - 18:30

voltar ao topo




Centro Espírita Bezerra de Menezes © 1912 - 2007. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Rafael Santos