O Boletim - Fevereiro/2007 - ANO XLIX - Nº 591

Baixe aqui a versão em PDF

• REFLEXÕES COM BEZERRA
• EDITORIAL
• LIVRO DO MÊS
• MOMENTO DE POESIA
• VULTO DO MÊS
• PÁGINA AO JOVEM
• NO MUNDO DO ESPERANTO
• LEMBRETE FRATERNO
• ATIVIDADES DO CENTRO
• PALAVRAS DE ALAN KARDEC
• NOTÍCIAS
• PENSAMENTOS QUE MERECEM MEDITAÇÃO
•Educação Espírita - Infância - Juventude e Família
  



Bezerra convida-nos à reflexão

EDUCAÇÃO E ESPIRITISMO

 

 

 

Entre os homens fala-se de educação, de meios de educação e da necessidade de educação.
      Comenta-se em altos círculos o fator ignorância e a premência de professores, lares, sociedades engrandecidos na tarefa sagrada da educação no amplo sentido da felicidade para o mundo.
      Conta-se o mundo de alfabetizados como possuidores de alguma instrução e pensa-se nos intelectuais como fonte de luz cultural. Educação, entretanto, não é o verniz mais ou menos brilhante com que se presenteia o jovem na adolescência ou o grito de advertência da mãe sincera, no culto do lar.
      Educação é o burilamento da alma para Deus, é a elucidação do espírito nas verdades divinas, é a consagração da Lei de Deus no coração do homem.
      Educar o jovem, a família, a sociedade, é integrá-los no valor positivo da áurea Lei do Amor.
      Compreendendo-se que o espírito tem o seu valor sublime e progredirá indefinidamente, é necessário que ele penetre o Reino da Verdade, pela educação sistemática e constante.
      Só no Espiritismo encontraremos, no momento, o fator radical para o crescimento da criatura na educação espiritual, tornando-a partícipe da grandeza da vida e responsável pela transformação de sua personalidade. No Espiritismo com Jesus, encontraremos o grande educador dos povos e de nós outros e cumpre-nos recebê-lo no coração como bênção de Deus, conduzindo-O para os nossos   irmãos.
      Eduquemos com o Evangelho no coração os jovens, os lares, a sociedade e a nós mesmos, evoluindo para o Grande Todo.
      Alcemo-nos às glórias da educação com Jesus, sob as regras áureas de O Livro dos Espíritos, para o mundo terrestre crescer em valor espiritual nas órbitas do Infinito.

     Consagremo-nos ao nosso ideal de amar e servir com Jesus e o Mestre inolvidável da Luz fará milagres de amor no nosso próprio burilamento.   

Bezerra de Menezes

PAIVA, Maria Cecília. Mensagens de Luz, Paz e Amor. p. 64

   

TEMPOS NOVOS
Somente o progresso moral pode assegurar aos homens a felicidade na Terra”
    Reformador- janeiro - 07

 

 

voltar ao topo


 


EDITORIAL

No dia 20 de fevereiro de 1822, desencarnava em Salvador, Bahia, a freira Joanna Angélica de Jesus, que hoje, como Joanna de Ângelis, trabalha em favor de todos, através do médium Divaldo Franco.
A produção literária  totalmente  voltada para temas
edificantes, à luz da doutrina espírita, é um bonito exemplo de como a dedicação, a disciplina, o amor e a consciência de uma missão podem fazer os corações vibrarem em torno de um ideal.
   Assim também é na Casa Espírita, onde as equipes de idealistas anônimos procuram nas palavras, gestos e ações, transformar em realidade aquilo que Kardec codificou como sendo as bases do Espiritismo.
   Assim como a família é o núcleo por onde o desenvolvimento espiritual se processa, o Centro Espírita é o núcleo difusor da doutrina que ensina o amor em sua expressão mais coerente, onde se expõe o exemplo e se solidifica a fraternidade.
   É por isso que nesse núcleo de almas afins é esperada a participação de todos. É na união que reside a capacidade de realizar e testemunhar. Temos as nossas reuniões semanais de estudos, onde os ensinos que os Espíritos nos legaram, através da Codificação, são analisados e solidificados em nossos corações, complementando a leitura e o estudo, que precisamos fazer individualmente, conforme nos orientou o Codificador.
   Para aqueles que estão iniciando na senda do Espiritismo, temos os diferentes cursos, em diferentes níveis, abrindo as portas de nossa percepção para os valores cristãos renovados.    
   Não pode haver ilusão alguma quanto ao nosso papel na comunidade liderada por Bezerra de Menezes. Somos trabalhadores e, certamente de última hora, mas nem por isso menos merecedores da paga justa.
   O ideal e a humildade são perceptíveis através da fisionomia serena do nosso Benfeitor espiritual.

   O nosso papel é simples, basta segui-lo.

voltar ao topo


 

MOMENTO DE POESIA

ETERNA  LEI

A Terra disse ao Tempo:— “Aonde me levas,
Cavaleiro invisível, mudo e errante,
Que a luta me renovas, cada instante,
desde as primeiras formações longevas?

Monstro que me apavoras e me enlevas,
Porque, seguindo a passo gigante,
Trazes a luz do dia fulgurante
e amortalhas o dia, sob as trevas?!...

Mas o Tempo clamou: — “Escuta e lida!
Eu sou teu companheiro para a vida,
Impelindo-te aos sóis da eternidade!

Tudo altero em teu seio, pólo a pólo,
Desde as nações aos vermes de teu solo,

Menos a Eterna Lei da Caridade.”

Antero de Quental

 ( XAVIER, Francisco Cândido. Poetas Redivivos. Diversos Espíritos. Rio de Janeiro.  FEB. cap. 15 )



 

voltar ao topo


 

 

LIVRO DO MÊS

Análises Espíritas

AMORIM, Deolindo. Análises Espíritas. Compilação de Celso Martins.  Rio de Janeiro, RJ: FEB.

Os textos são verdadeiras aulas vivas de Espiritismo, claras, simples, objetivas e oportunas, da mesma forma pela qual, como brilhante orador, o autor se expressava. É uma leitura das mais atraentes nos dia de hoje.

Os escritos apresentam uma fonte inesgotável para aqueles que estudam a Doutrina Espírita.

AMIGO LEITOR Lembre-se: “O livro edificante é sementeira da Luz Divina, aclarando o passado, orientando o presente e preparando o futuro...”
André Luiz    

    
Instruções Psicofônicas  


voltar ao topo


 

VULTO DO ESPIRITISMO

Andrew Jackson Davis (síntese biográfica)

 
 

Andrew Jackson Davis deve figurar entre nós como um dos maiores médiuns da sua época, não só pelos fenômenos que produzia, como também pela sua obra no campo da literatura. Nasceu no dia 11 de agosto de 1826, às margens do rio Hudson, nos Estados Unidos da América do Norte, e desencarnou em 1910, com a idade de 84 anos. Jackson Davis descendia de família humilde. Sua faculdade mediúnica desabrochou quando tinha apenas 17 anos. Primeiro, desenvolveu a audiência. Ouvia vozes que lhe davam bons conselhos. Depois, surgiu a clarividência, tendo notável visão, quando sua mãe morreu. Mais tarde, manifestou-se outra faculdade muito interessante e muito rara: a de ver e descrever o corpo humano, que se tornava transparente aos seus olhos espirituais. Dizia ele que cada órgão do corpo parecia claro e transparente, mas se tornava escuro quando apresentava enfermidade. Não é de se admirar que Davis descrevesse a constituição anatômica do ser humano, pois já Hipócrates, o pai da Medicina, dizia: "A alma vê de olhos fechados as afecções sofridas pelo corpo". Na tarde de 6 de março de 1844, deu-se, com Davis, um dos mais extraordinários fenômenos, o do transporte. Foi ele tomado por uma força estranha que o fez voar da cidade de Poughkeepsie a Catskill, cerca de quarenta milhas de distância. Naquela época, não se sabia explicar esse fenômeno, porquanto os fatos dessa natureza ainda eram desconhecidos. Para nós, espíritas, o papel representado por Jackson Davis é de grande importância, pois começou a preparar o terreno para os grandes acontecimentos da Terceira Revelação.

 

Em suas visões espirituais viu quase tudo o que Swedenborg descreveu sobre o plano espiritual (abramos aqui um parêntese para dizer que, por ocasião do seu transporte às montanhas de Catskill, identificou Galeno e Swedenborg como seus mentores espirituais). Em seu caderno de notas, encontrou-se a seguinte passagem datada de 31 de março de 1848: "Esta madrugada, um sopro quente passou pela minha face e ouvi uma voz, suave e forte, a dizer: irmão, um bom trabalho foi começado – olha! surgiu uma demonstração viva. Fiquei pensando o que queria dizer aquela mensagem." Ao que parece, este aviso fazia menção aos fenômenos de Hydesville, pois foi exatamente nessa data, numa sexta-feira, que se estabeleceu o início da telegrafia espiritual, através da menina Kate Fox.

 

. Fonte: www.petit.com.br

voltar ao topo


 

LEMBRETE FRATERNO

Reflexões sobre um Trabalho de Rua

 
 

“Toda a moral de Jesus se resume na caridade e na humildade, isto é,
nas duas virtudes contrárias ao egoísmo e ao orgulho.”

Allan Kardec. O Evangelho Segundo o Espiritismo, Cap.XV:3

Há pouco tempo, caminhando pelas ruas do Rio de Janeiro, percebi uma cena inusitada onde duas jovens, com hábitos que me pareceram religiosos, cortavam o cabelo e faziam a barba de mendigos.
Estavam alegres, sorriam, conversavam com seus assistidos, como se estivessem no mais requintado salão de beleza e não se preocupavam com os passantes, via-se que era uma atitude de desprendimento, de sincera vontade de ajudar.
Os trajes, despojados, eram uma espécie de bata marrom, lembrando as cores dos seguidores de Francisco de Assis.
Lembrei-me da análise que Kardec faz no Capítulo XV do Evangelho Segundo o Espiritismo, onde as palavras de Jesus são lembradas, segundo o Evangelho de Mateus : “Amarás o Senhor teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu espírito. – Esse é o maior e o primeiro mandamento – E aqui está o segundo, que é semelhante ao primeiro: Amarás o teu próximo como a ti mesmo.” (O Mandamento Maior – item 4)
No magistério do Mestre Jesus, amar ao próximo, amar a Deus e amar a si mesmo, são três eixos que se movimentam na mesma engrenagem, fazem parte de um único momento, pois não podemos entregar nossas perspectivas de amor a Deus, relegando os objetivos de construirmos o amor em nós mesmos.
Aquelas jovens estavam irradiando alegria, sinal de que estavam harmonizadas, podiam expressar, pela caridade que praticavam, toda a pujança de seu amor a Deus e, como conseqüência, seu amor por aqueles desvalidos que estavam sendo atendidos. A tríplice condição que Jesus estabeleceu, quando respondeu ao pérfido doutor da lei hebraica, estava ali demonstrada.
Percebi também, o quanto perdemos e desperdiçamos, quando nos envolvemos em querelas de cunho religioso, no confronto estéril das denominações religiosas, quando Jesus, de forma ecumênica e transcendental,  resumiu que devemos amar ao próximo como a nós mesmos...   Ele não estabeleceu limites ou definições sobre quem é esse próximo, sua cor, sua crença, sua         ideologia.
Ao apenas dizer “teu próximo”, criou um poderoso elo com toda a humanidade e, numa projeção mística, encurtou as distâncias, as fronteiras e aproximou todos os homens, uns dos outros.
O bem que aquelas moças fizeram, não cabe na pálida descrição deste cronista. Elas estavam agindo, dando seqüência, testemunhando o amor ao próximo, desprezando, com humildade, o asco pelas mãos grosseiras e os pés sujos dos mendigos, como se um fluxo energético invisível fizesse a assepsia local, impedindo que vetores patogênicos maculassem aquela prova de amor. Não sei quem são aquelas jovens, mas isso não tem importância, dirigi a elas meu desejo sincero de muita luz para seus corações e certamente, seus nomes são do conhecimento de nosso Pai Maior... É o que basta.

Assaruhy Franco de Moraes

voltar ao topo



PÁGINA AO JOVEM

 
   

Meu jovem amigo

Infância, juventude, madureza e velhice são simples fases da experiência material.

A vida é essência divina e a juvenilidade é seiva eterna do espírito imperecível.

Mocidade da alma é condição de todas as criaturas que receberam com a existência o aprendizado sublime, em favor da iluminação de si mesmas e que acolheram no trabalho incessante do Bem o melhor programa de engrandecimento e ascensão da personalidade 

Correio Fraterno. Pelo Espírito André Luiz. p.47

voltar ao topo


 

NO MUNDO DO ESPERANTO

“La paco de Jesuo estu en la koroj de niaj karaj gefratoj”
O ESPERANTO NOS CENTROS ESPÍRITAS

 

Manoel Machado  

 

 

    Será válido o ensino do Esperanto nas casas espíritas?
     Pensamos que sim, uma vez que o opúsculo “Orientação ao Centro Espírita”, aprovado pelo Conselho Federativo Nacional,  recomenda que os centros espíritas observem em seu funcionamento, não só o estudo e a divulgação do Esperanto como instrumento neutro de fraternidade entre os homens e povos, como também a promoção de cursos elementares e de aperfeiçoamento para seus freqüentadores e co-idealistas, visando à maior aproximação   entre os homens e os espíritos.
     Na realidade, esta iniciativa de estudo e divulgação  do Esperanto tem apoio nas mensagens que chegam do plano espiritual. Uma das primeiras de que se tem notícia é a de Erasto sobre a “Origem da Linguagem”, publicada na “Revista Espírita” de novembro de 1862. Na parte final aponta o espiritismo como o responsável pela implantação da língua única na Terra.
     Observemos que naquela época, 1862, o iniciador do Esperanto, Lázaro Luís Zamenhof, tinha apenas três anos de idade, mas o plano espiritual já antecipava não só o aparecimento da língua internacional, como também quem seria responsável pela sua implantação: o espiritismo.

     Não menos notável a assertiva dos espíritos que elaboraram “O Livro dos Espíritos”, na resposta à pergunta 798 de Allan Kardec afirmando que o espiritismo será a religião universal. E hoje o Esperanto desempenha notável papel para o alcance desse objetivo. Além disto, os  espíritas-esperantistas em suas cartas a esperantistas de outras nacionalidades, têm promovido não só a tradução de livros espíritas, do Esperanto para as línguas de seus países, mas também abrindo sociedades de estudos espíritas, como aconteceu na Polônia. No livro “Além da Morte”, de Otília Gonçalves, psicografado por Divaldo Pereira Franco, no capítulo intitulado “No Departamento Esperança”, a autora se surpreende com o estudo do esperanto, inclusive por jovens que se candidatavam à reencarnação em países sul-americanos, principalmente no Brasil. Termina com esta significativa observação: “Recordava-me de ter escutado falar,  vagamente, sobre o esperanto enquanto estivera na Terra. Jamais supusera, entretanto, que essa reunião de fonemas fosse a grande mensagem de Jesus ao mundo sedento de compreensão.” Também em “Memórias de um Suicida”, Camilo Castelo Branco narra que, visitando escolas no plano espiritual, encontrou uma destinada ao ensino de “um idioma novo que não seria apenas uma língua a mais a ser usada na  Terra, mas o idioma definitivo, por facilitar o entendimento, removendo as barreiras da incompreensão entre os humanos.

Por estas razões, podemos afirmar: quem  pensa que o esperanto é apenas uma língua a mais, está tão errado quanto aquele que pensa que o Espiritismo é apenas mais uma religião.

    Explica Valdomiro Lorenz no livro “O Esperanto como Revelação”, no capítulo “Problema da Linguagem na Espiritualidade”, que “na esfera imediata  à moradia humana, porém, o problema da linguagem é daqueles que mais nos afligem o senso íntimo... ainda aqui, aos milhões, achamo-nos separados pela barreira lingüística... isso porque a palavra pronunciada ou escrita é e será ainda, por milênios, o agente da transmissão dos valores do Espírito.”  André Luiz nos alerta: “É necessário compreender, porém, que, no atual estágio da humanidade, a barreira das línguas é limitação inevitável.

(Texto completo no semanário  SEI – Serviço Espírita de Informações)

voltar ao topo


 

PENSAMENTOS QUE MERECEM MEDITAÇÃO

SEMPRE É BOM LEMBRAR

• Kardec é a chave que abre a “porta” para com-preender Jesus e sua missão entre nós.
• A educação que faz homens de bem represen-ta a chave do progresso moral.
• A melhor maneira de manter-se ligado com os Benfeitores Espirituais é cultivar a sintonia ele-vada e atrelada às boas obras.
• Somos todos irmãos em humanidade havendo o dever da fraternidade recíproca.
• Relacionamentos difíceis representam arestas do pretérito a serem aparadas com determina-ção.
• O perdão deve ser exercitado tantas vezes quantas forem necessárias.
• Perseverar no bom caminho é dever de todo cristão.
• A valorização da vida é indispensável em todos os sentidos.

(Revista Internacional de Espiritismo -  Janeiro de 2007)

voltar ao topo



 


 


Palavras de ALLAN KARDEC

A “REVUE SPIRITE”

 

(JOURNAL D’ÉTUDES PSYCHOLOGIQUES)

Transcrevemos as importantes e oportunas instruções que os Guias de Allan Kardec lhe transmitiram, em 15 de novembro de 1857, através da mediunidade da srta. Ermance Dufaux, acerca da viabilidade da execução do plano de criar uma folha que, periódica e metodicamente, instruísse os estudiosos espíritas.

“Cumpre lhe dispenses todo o cuidado a fim de assentares as bases de um bom e durável êxito. A apresentá-lo defeituoso, melhor será nada fazer, porquanto a primeira impressão pode decidir do seu futuro. É mister, sobretudo no princípio, que cuides de satisfazer a curiosidade: reunir o sério ao agradável - o sério para atrair os homens de ciência, o agradável para deleitar o vulgo. Esta parte é essencial, porém, a outra é mais importante, por isso que, sem ela, o jornal careceria de fundamento sólido. Em suma, é preciso evitar a monotonia por meio da variedade e reunir a instrução sólida ao interesse. Ele, então, será, para trabalhos ulteriores, poderoso auxiliar.”

Allan Kardec sentiu novas forças e se apressou em redigir o primeiro número da “Revue Spirite., que saiu à rua em 1º de janeiro de 1858.

(WANTUIL, Zêus e THIESEN, Francisco. Allan Kardec. o educador e o codificador. p. 184. FEB)

voltar ao topo



Educação Espírita

VAMOS FILOSOFAR!

 

”As crianças são filósofas espontâneas porque querem, com entusiasmo, saber o que são as coisas e porque elas são assim e não de outro jeito.”

Rita Foelker

Evangelizadores, pais e responsáveis se unem num esforço conjunto para atingir esse futuro glorioso.  Junte-se a nós. Ofereça a seus filhos a oportunidade de preparar-se para o amanhã.


voltar ao topo



NOTÍCIAS

Viaduto "CHICO XAVIER"

Decreto N° 27566 , de 26 de janeiro de 2007,  do Prefeito César Maia, da Cidade do Rio de Janeiro
Art. 1° O viaduto de ligação da Via Light à Linha Vermelha denominar-se-á
Viaduto "CHICO XAVIER". Este viaduto está sendo construído e fica na Pavuna.  Não há definição de data para inauguração.

Rádio Rio de Janeiro

site da Rádio Rio de Janeiro registrou o número recorde de 20.906 visitantes, somando mais de 416.000 acessos às partes que compõem a página eletrônica da emissora ( www.radioriodejaneiro.am.br )
A Rádio registrou crescimento em sua audiência pelo quarto trimestre consecutivo, obtendo de 2ª à 6ª feira, na média das 24 horas do dia, uma audiência de 4.769 ouvintes por minuto, alcançando a quarta posição geral.

 - DO CEBM

Visite a LIVRARIA e a BIBLIOTECA do Centro. Fitas de áudio e vídeo para empréstimo. Procure um dos nossos plantonistas. “Espíritas: amai-vos e instrui-vos.” (Espírito de Verdade)

Visite o nosso site: www.bezerramenezes.org.br. Assim, poderá ter o Centro em seu lar durante 24 horas. Apresente sugestões para que possamos melhor direcioná-lo a você. Cadastre-se para receber O BOLETIM on-line.

O DEPARTAMENTO DE DIVULGAÇÃO dispõe, para empréstimo, de fitas de áudio e vídeo, com temas doutrinários. Possui uma biblioteca com mais de 1100 títulos à sua disposição. Procure um dos nossos plantonistas.
“Com o bom livro, caminhamos na direção do futuro e recebemos da Divina Imortalidade
a nossa gloriosa destinação de filhos da Luz.” (Emmanuel)

As reuniões de Educação Espírita da Infância, Juventude e Família já se iniciaram, aos sábados, de 14:30 às 17:00. As inscrições estão abertas.

• Os GRUPOS DE ESTUDO, em 2007, iniciarão as atividades em março. Prepare-se para freqüentá-los. Inscrições em fevereiro.

Consulte a programação dos estudos doutrinários. Sua presença às reuniões é aguardada com alegria.

Prezado irmão associado: Coopere com nossa Casa mantendo em dia suas mensalidades. Delas dependem nossas tarefas assistenciais e de manutenção dos prédios.

• PARTICIPE E DIVULGUE! CAMPANHAS:
   ° NOVOS ASSOCIADOS
- Para concretizarmos os novos projetos, precisamos aumentar o quadro de associados cooperadores, corações generosos que se unam a nós, participando das despesas de manutenção e conser-vação dos prédios. “Ajudar é honra que nos compete.” Contamos com você.
   ° Leite, feijão (dezembro, janeiro e fevereiro) e outros alimentos não perecíveis.
   ° Opala para enxoval dos bebês.
   ° Projeto de Adequação do Auditório - Campanha para Troca do Piso Contamos com a sua colaboração. Informações na Secretaria. Verifique a melhor maneira de ajudar. Contamos com a sua colaboração.

 


 
   

 

voltar ao topo


 

ATIVIDADES DO CENTRO

18:50/20:15 – Reunião de Estudo e Educação da Mediunidade ( privativa)
18:30/20:00 – Reunião de Atendimento  Espiritual (privativa)
...............................................................................................

13:45/15:00 – Reunião de Atendimento Espiritual (privativa)
14:30/15:00 – Diálogo Fraterno
15:00/16:30 – Reunião de Estudos Doutrinários (pública)
16:30/17:00 – Diálogo Fraterno
16:30/18:00 – Grupo de Estudo: Introdução à Doutrina Espírita * O Livro dos Espíritos
                    – Grupo de Estudo: * O Livro dos Médiuns
...............................................................................................

08:00/08:30 – Encontro de Oração
08:30/09:00 –  Diálogo Fraterno 
15:00/17:00 – Artesanato
19:00/20:30 – Grupos de Estudo

  • Introdução à Doutrina Espírita
  • Básicos da Mediunidade
  • Estudos do Evangelho
...............................................................................................

15:00/16:30   –  Estudo  da Doutrina Espírita em Esperanto
16:30/18:00   –  Esperanto: Curso Básico
18:30/19:00   –  Diálogo Fraterno
19:00/20:30   –  Reunião  de Estudos Doutrinários (pública)
...............................................................................................

08:00/08:30  - Encontro de Oração
18:45/20:00 - Reunião de Atendimento à Distância (privativa)
.................................................................................................

15:00/17:00 - Educação Espírita da Infância
15:00/17:00 - Educação Espírita da Juventude
15:00/17:00 - Educação Espírita da Família
15:00/17:00 - Grupo de Estudos Espíritas
17:30/19:30 - Grupo de Estudos Espíritas
.................................................................................................

10:00/11:30 - Reunião de Estudos Doutrinários (pública)
13:45/16:30 - Caravana - Visita ao Instituto Miguel Pedro ( mensal - no 3º domingo)
13:00/18:00 - Caravana - Visita ao Centro Espírita Filhos de Deus ( mensal - no 4º domingo)

 

voltar ao topo



 

Centro Espírita Bezerra de Menezes © 1912 - 2007. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Rafael Santos