O Boletim - Novembro/2006 - ANO XLVIII - Nº 588

Baixe aqui a versão em PDF

• REFLEXÕES COM BEZERRA
• EDITORIAL
• LIVRO DO MÊS
• MOMENTO DE POESIA
• VULTO DO MÊS
• PÁGINA AO JOVEM
• NO MUNDO DO ESPERANTO
• LEMBRETE FRATERNO
• ATIVIDADES DO CENTRO
• PALAVRAS DE ALAN KARDEC
• NOTÍCIAS
• PENSAMENTOS QUE MERECEM MEDITAÇÃO
•Educação Espírita - Infância - Juventude e Família
  



Bezerra convida-nos à reflexão

Despertai

 

 

 

Neste amanhecer de novas luzes, quando o Planeta, em sombras, estertora, a voz do além-túmulo vara distâncias para dizer às criaturas humanas: tende tento!
Despertai, em definitivo, para o bem, enquanto o tempo urge.  Saí da anestesia da ilusão para os patamares da consciência lúcida. Até aqui, transitastes por caminhos que ficaram assinalados pelos erros, pelos desvios de conduta, pelos compromissos negativos. Reabilitai-vos, nesta alvorada, que debilmente vai rompendo a noite. Estais chamados pelos mensageiros do Senhor, para o banquete nupcial; cuidai da vossa indumentária mental, dos vossos hábitos morais porque não fugireis da própria consciência, que vos não permitirá a apresentação no momento azado. Rogastes aos Céus que vos mandasse mensageiros de luz e a Terra recebeu estrelas de imarcescível beleza. Suplicastes a revelação e Jesus deu-vos o Consolador. Errastes muito e anelastes pela oportunidade de reparar, de auto-iluminar-vos e renteais com a dor. Bendizei-a, filhos da alma, deixai de recalcitrar contra o aguilhão, baixai a cerviz enquanto é tempo. Conscientizai-vos de que Jesus vos espera, desde há muito - e este é o vosso momento. Dizeis, muitas vezes, que Jesus está longe - na Glória Estelar - e não podereis segui-Lo, cobrindo-Lhe as pegadas da Galiléia. Mas Ele mandou-vos intermediários, semelhantes a vós, que palmilharam as mesmas sendas de espinhos e pedregulhos e alcançaram as estrelas. Erguei-vos, transformando vossas queixas em hinos de gratidão e os vossos lamentos em poemas de alegria. Não vos permitais errar outra vez; comprometer-vos, porque talvez não haja tempo para novas recuperações. Os Céus descem à Terra. Nós vos abraçamos para que subais conosco o monte da sublimação evangélica e alcanceis as Alturas. Não vos amedronteis. Não desistais. Só há uma alternativa – avançar.
Vinde pois, filhos da alma, Jesus vos espera! Envolvendo-vos na claridade libertadora do Evangelho,
abraça-vos o servidor humílimo e paternal de sempre. Muita paz meus filhos.

   

Bezerra de Menezes

08 de agosto de 2002. Mensagem psicofônica obtida pelo médium Divaldo Pereira Franco ao final da Conferência Pública, proferida no Grupo Espírita André Luiz.

voltar ao topo


 


EDITORIAL

Logo no início de novembro, em 1918, voltava para a pátria espiritual, um grande missionário chamado Eurípedes Barsanulfo. Nesse mesmo mês, em 1849, as irmãs Fox começaram suas demonstrações de efeitos físicos no Corinthian Hall, nos Estados Unidos.

Elas foram consideradas loucas, embusteiras, até que em 1904, foi descoberto o esqueleto do mascate cujo espírito, em 1848 através da mediunidade das irmãs, declarava ter sido assassinado no local onde elas moravam.

Novembro também marca o aniversário de nascimento de Amélie Gabrielle Boudet, em 1795, e que viria, mais tarde, ser a dedicada esposa de Allan Kardec.

Três fatos separados pelos limites do tempo, mas convergentes, quando percebemos a sua relação com as providências que os amigos espirituais estão sempre tomando para enquadrar a nossa vida na Terra.

Amélie Boudet veio com a missão de aplainar as dificuldades do dia-a-dia do codificador do Espiritismo, servindo de âncora para que ele pudesse entregar-se totalmente às suas tarefas, fundamentais para a humanidade.

A curiosidade gerada em torno da fenomenologia apresentada pelas irmãs Fox ecoou até os salões da luminosa Paris e levou um professor a pesquisar e estudar a natureza intrínseca daqueles fatos, movendo-os dos palcos da especulação para o estudo sério que chegaria à codificação espírita.

A volta de Eurípedes Barsanulfo à verdadeira vida, marcou o inicio de um intenso trabalho na espiritualidade, visando consolidar o Espiritismo e, principalmente, incentivar a criação de Casas Espíritas, núcleos imbatíveis do verdadeiro espírito de fraternidade, amor e trabalho.

voltar ao topo


 

MOMENTO DE POESIA

NO ESTRANHO PORTAL

No último instante, a lágrima dorida
Resume as ânsias da existência inteira.
E a saudade é a tristonha mensageira
Que engrinalda de angústia a despedida.

A antevisão do fim de toda a vida
Obscurece a teia derradeira.
E a noite escura se distende à beira
Da suprema esperança desvalida.

Um golpe... Um sonho... e excelsa clarinada
Anuncia outra vida renovada,
Brilhando além da lápide sombria.

Apagou-se a candeia transitória.
E a verdade refulge, envolta em glória,
Aos clarões imortais de NOVO DIA.

Luiz Pistarini

(XAVIER, Francisco Cândido. Relicário de Luz. 2.ed.  FEB. p. 205)

   

voltar ao topo


 

 

LIVRO DO MÊS

Plenitude

FRANCO, Divaldo P. PLENITUDE. Pelo Espírito Joanna de Ângelis. 14.ed. Salvador, BA: LEAL, 2002.

Os vários tipos de sofrimento, físicos e morais, empurram multidões para os vícios, as fugas e o desespero. Por isso, a autora espiritual faz uma profunda análise dos sofrimentos, propondo a solução espírita convidativa ao autodescobrimento, à vivência evangélica e ao comportamento lúcido, essenciais para a conquista da plenitude.  BOA LEITURA!

AMIGO LEITOR Lembre-se: “O livro edificante é sementeira da Luz Divina, aclarando o passado, orientando o presente e preparando o futuro...”
André Luiz    

    
Instruções Psicofônicas  


voltar ao topo


 

VULTO DO ESPIRITISMO

Esmeralda Campos Bittencourt

 
 

Nasceu no dia 2 de setembro de 1888, na cidade de Caratinga (MG) e sua desencarnação ocorreu no Rio de Janeiro, a 30 de outubro de 1963, aos 75 anos de idade. Iniciou seus estudos na Escola Normal Nossa Senhora Auxiliadora, na cidade de Ponte Nova. Contraiu núpcias com Antonio Ildefonso Bittencourt, concebendo desse matrimônio a numerosa prole de nove filhos, na seguinte ordem: Maria Auxiliadora, Agar, Ruth, Nicandro, Antonio, João, Isabel, Maria Aparecida e Antonio (2). Seu filho João, com sete anos de idade, desencarnou após enfermidade irreversível. Sua irmã, Adelaide Coutinho, realizava o Culto Espírita do Lar, freqüentado por diversos amigos, inclusive o poeta mineiro Vallado Rosas, que lhe ofertou O Evangelho Segundo o Espiritismo. Pouco tempo depois desencarnou Antonio, vítima de afogamento. Em 1924, a família foi residir em Leopoldina, MG. Em 1927 transferiu-se em definitivo para o Rio de Janeiro, onde Esmeralda Bittencourt conheceu Aura Celeste, fundadora do Asilo Espírita João Evangelista, em Botafogo, e uma das maiores médiuns que o Brasil já possuiu. Esmeralda abraçou a Doutrina Espírita com muito entusiasmo. Em 1 de maio de 1943, desencarnou sua filha Agar Bittencourt. Nesse mesmo ano, por intermédio de sua nora Eunice Quintão Rangel Bittencourt, sobrinha de Manoel Quintão, então presidente da Federação Espírita Brasileira, houve um relacionamento entre as duas famílias muito proveitoso para Esmeralda Bittencourt, pois Chico Xavier visitava periodicamente Manoel Quintão.

 

Os amigos espirituais, através de Chico Xavier, trouxeram grandes revelações do porquê de tanta provação. Estava funcionando a Lei de Causa e Efeito. Todos foram protagonistas da chamada Noite de São Bartolomeu, em Paris, a 23 de agosto de 1572, no reinado de Catarina de Médicis. Esmeralda e seus filhos, foram cúmplices da sinistra noite que a história registrou como um dos crimes mais bárbaros ocorridos na história da humanidade. Em 1951, mais uma filha morre tragicamente em desastre automobilístico: Maria Aparecida Bittencourt Mena Barreto. No dia 5 de março 1953, Chico Xavier recebeu o aviso da desencarnação de Antonio Ildefonso Bittencourt Filho, jornalista de muito prestígio no Rio de Janeiro. Esmeralda Bittencourt foi a organizadora de alguns livros, em que aparece como co-autora de Chico Xavier: Relicário de Luz, Nosso Livro e Páginas do Coração. Deixou inacabado o livro Dicionário da Alma, concluído posteriormente pelos companheiros do Grupo Espírita Regeneração, situado no bairro do Maracanã, RJ.

 

Resumo do texto :  Pioneiros de Uma Nova Era - Espíritas do Brasil. Rio de Janeiro, RJ: CELD,1997. Autor: Antonio de Souza Lucena
OBS: Maiores informações sobre os acontecimentos, consultar: ECOS DE SÃO BARTOLOMEU. Autoria de Luiz Antonio Milleco e Isabel Bittencourt de Souza. Niterói, RJ: Lachâtre, 1998.

voltar ao topo


 

LEMBRETE FRATERNO

Reflexões sobre Nossa Luta Maior

 
 

“ A Terra chegou a um de seus períodos de transformação e vai passar de um mundo expiatório a mundo regenerador – Então os homens encontrarão nela a felicidade, porque a Lei de Deus a governará.”
          (Evangelho Segundo o Espiritismo, 3:19)

A incessante luta que temos no nosso dia-a- dia, envolve-nos em muitas possibilidades de amor e crescimento. Por “possibilidades”, temos toda uma condição de entendimento, considerando-se as faltas que carregamos em nosso “alforje espiritual” e que nos incentivam a lutarmos para que, acima de tudo, Deus venha em nosso socorro.
É preciso lutar para vencermos os nossos fantasmas, que nos açoitam pela longa noite da imperfeição, para que tenhamos condições de entender o equilíbrio maravilhoso da luz do Pai, a nos incentivar ao trabalho através do esforço de superação.
Temos que lutar, porque essa é a nossa índole, esse deve ser o nosso propósito para refletirmos, no exemplo, tudo aquilo que a teoria de nossa doutrina nos ensina.
É só querer viver o bom combate, que dispensa a  violência, o desamor e o ódio... A batalha que não precisa da inveja, do orgulho, da presunção, da arrogância, para construir a felicidade.
Lutemos pela redenção de nossas almas, pelo respeito ao nosso semelhante.
Lutemos pelo Evangelho, mas acima de tudo, despontemos para Jesus, o supremo modelo.
Quando pensamos em construir nossa felicidade nos alicerces materiais, ela será inconsistente, porque a matéria assim o é, mas se nosso coração, nosso desejo e principalmente nosso espírito, estiverem nas coisas de Deus, então alcançaremos a paz espiritual, pois o que vem de Deus é constante.
Sempre que estou refletindo sobre a importância de construirmos nossos valores, não posso deixar de lembrar das palavras de Jesus, segundo João, 10:34, quando respondendo a seus provocadores, lembrou-lhes o Salmo, 82:6 em que o povo hebreu era chamado a lembrar que eles eram a essência da vontade divina, mas que ao mesmo tempo, eram mortais e como tal, deveriam agir, até que atingissem essa essência em sua plenitude.
Ainda somos muito pequenos, anões ante a escala da evolução espiritual, mas mesmo assim, é preciso entender que essa estatura é uma figura de linguagem, o tamanho de cada homem deve ser medido por aquilo que seu coração constrói, sua mente cria e sua vontade realiza. Somos do tamanho da nossa fé.

Em nossa jornada não devemos contar as  quedas, pois um dia chegaremos às moradas que Jesus nos prometeu, não pelas nossas quedas, mas pelas vezes que conseguimos nos levantar.

Assaruhy Franco de Moraes

voltar ao topo



PÁGINA AO JOVEM

 
   

COM  OS  DIAS

MEU JOVEM AMIGO

Com os dias, a criança caminha na direção da juventude e a mocidade adquire o tesouro da madureza...

Com os dias, a sementeira se desenvolve, convertendo-se em flores e frutos na graça do celeiro...

Com os dias, a ilusão se transforma em desencanto, mas também, com os dias, o desapontamento produz a compreensão.

O tempo que converte a alegria em experiência, é o mesmo que extrai a felicidade do sofrimento.

Trabalha e conta com as horas.

Com os dias contemplarás a ti mesmo e receberás de Jesus a bênção renovadora que tudo restaura, melhora e santifica, em louvor do Infinito Bem.

Agar  

(Relicário de Luz . 2.d. Rio de Janeiro, RJ : FEB. p.206)

“ Sei que o meu trabalho é uma gota no oceano,
 mas sem ele, o oceano seria  menor.”
  Madre Teresa de Calcutá

voltar ao topo


 

NO MUNDO DO ESPERANTO

“La paco de Jesuo estu en la koroj de niaj karaj gefratoj”

ESPERANTO PARA A EUROPA, ESPERANTO PARA O MUNDO

 

 

 

 

Apesar dos avançados meios de que dispõe hoje para se comunicar, o homem do século XXI ainda enfrenta problemas não muito diferentes dos vividos por seus antepassados no que diz respeito à diversidade lingüística.
     Na Europa, essa questão tem se mostrado com maior evidência. Nem mesmo a criação da União Européia e de uma moeda única, o Euro, fizeram com que as dificuldades de intercâmbio existentes entre os mais de 40 países que compõem o continente se tornassem menores devido à variedade de línguas faladas.
A situação se torna ainda mais complexa por envolver o natural interesse de cada povo em preservar a sua cultura da influência trazida de fora por outro idioma.
     Um diário associado ao grupo de jornais europeus em línguas minoritárias, chamado “Punt”, ingressou na onda de debates e propôs, recentemente, através de seu articulista Jordi Miralles, uma solução simples para o problema. “Talvez tenha chegado a hora de que, em lugar de aumentar o número de línguas oficiais, adotemos uma comum”’ – disse Miralles, afirmando também acreditar que a ampliação  para os 25 países que hoje se juntam no grande bloco econômico deve ser acompanhada do compromisso de respeito com todas as línguas, já que elas são “’um patrimônio insubstituível”. Para ele, agora, mais do que nunca, ao lado de uma moeda comum, faz-se necessário igualmente “a adoção de uma língua comum”.
Miralles recordou a existência de uma língua criada para servir de instrumento auxiliar nas comunicações entre os povos, preservando, assim, as línguas nacionais e a cultura de cada nação. “Há mais de um século um europeu visionário deixou-nos em herança uma língua de fácil aprendizado e utilidade para nos entendermos — o Esperanto. Quando Luiz Lázaro Zamenhof morreu, em 1917, deixou-nos um legado que pode ser comparado somente ao invento da imprensa” – afirmou.
     O articulista lembrou o fato de que a adoção do Esperanto, também chamado Língua Internacional, por não pertencer a nenhuma nação específica, mas a todo o mundo, representaria não só um passo precioso rumo à fraternidade mundial, mas teria peso igualmente importante na economia, evitando gastos volumosos, como os que se têm hoje, em traduções das  atuais línguas oficiais. “Talvez é chegada a hora de que o Esperanto seja a língua comum da União Européia. Uma língua que permitiria respeitar a identidade de cada povo e iniciar uma nova era da diversidade cultural”.

E encerrou Jordi Miralles o seu artigo com estas palavras:

O exemplo da Europa poderia ser um impulso para que em outros lugares do mundo valorizassem essa ferramenta cultural criada por Zamenhof. Creio estarmos perante uma oportunidade sem precedentes. É necessário tornar realidade o sonho de Zamenhof e impulsionar o Esperanto como língua comum. Façamos que outra Europa e outra humanidade sejam possíveis”

     O Esperanto, vale lembrar, está acessível hoje a pessoas de todas as partes do mundo, podendo ser aprendido inclusive através da Internet, onde há grande variedade de páginas dedicadas à sua divulgação. Também é ensinado em instituições esperantistas, muitas das quais oferecem cursos de formação em vários níveis.   

Colaboração de Maria Ramos Williams  

 (Transcrito do SEI nº. 1894 de 17/07/2004)

voltar ao topo


 

PENSAMENTOS QUE MERECEM MEDITAÇÃO

É RAZOÁVEL PENSAR NISTO

• A paciência não é um vitral gracioso para as suas horas de lazer. É amparo destinado aos obstáculos.
• A calma não é harmonioso violino para as suas conversações agradáveis. É valor substancial para os seus entendimentos difíceis.
• A esperança não é genuflexório de simples contemplação. É energia para as realizações elevadas que competem ao seu espírito.
• O otimismo não constitui poltrona preguiçosa para os seus crepúsculos de anil. É manancial de forças para os seus dias de luta.
• Virtude não é flor ornamental. É fruto abençoa-do do esforço próprio que você deve usar e engrandecer no momento oportuno.

     

Agenda Cristã - cap. 29  - Ed.de bolso

voltar ao topo



 

   

voltar ao topo



 


Palavras de ALLAN KARDEC

EDUCAÇÃO — ALLAN KARDEC responde:

 

Neste início do 3º Milênio podemos notar que a Humanidade está ainda muito atrasada, o egoísmo prevalece dificultando a marcha do progresso e dando campo à violência. Haverá cura para tal situação?

“Poderá ser longa a cura, porque numerosas são as causas, mas não é impossível. Contudo, ela só se obterá se o mal for atacado em sua raiz, isto é, pela educação, não por essa educação que tende a fazer homens instruídos, mas pela que tende a fazer homens de bem.
A educação convenientemente entendida, constitui a chave do progresso moral. Quando se conhecer a arte de manejar os caracteres, como se conhece a de manejar as inteligências, conseguir-se-á corrigi-los, do mesmo modo que se aprumam plantas novas. Essa arte, porém, exige muita experiência e profunda observação. É grave erro pensar-se  que, para exercê-la com proveito, baste conhecimento da Ciência. Quem acompanhar os filhos desde o instante do nascimento e observar todas as influências perniciosas que sobre eles atuam, observando com quanta freqüência falham os meios empregados para moralizá-los, não poderá espantar-se de encontrar pelo mundo tantas esquisitices. Faça-se com o  moral o que se faz com a inteligência e ver-se-á que, se há naturezas refratárias, muito maior do que se julga é o número das que apenas reclamam boa cultura para produzir bons frutos.” 

 

(SHUBERT, Suely Caldas. Entrevistando Allan Kardec. p.77-78. LE - questão 917)

voltar ao topo



Educação Espírita

Infância - Juventude e Família

 

A  CRIANÇA
A criança é o dia de amanhã, solicitando-nos concurso fraternal. Planta nascente — é a árvore do futuro, que produzirá segundo o nosso auxílio à sua sementeira. Livro em branco — exibirá, depois, aquilo que gravarmos agora nas páginas. Luz iniciante — brilhará no porvir, conforme o combustível que lhe ofertarmos ao coração. Na alma da criança reside a essência da paz ou  da guerra, da felicidade ou do infortúnio para os dias que virão.

Meimei

 

Evangelizadores, pais e responsáveis se unem num esforço conjunto para atingir esse futuro glorioso.  Junte-se a nós. Ofereça a seus filhos a oportunidade de preparar-se para o amanhã.

voltar ao topo



NOTÍCIAS

LIVRARIA DA FEB NA INTERNET

Já está no ar a Livraria Virtual da FEB. As pessoas físicas que desejam conhecer ou adquirir os livros e apostilas editados pela FEB terão uma opção facilitada, sem sair de casa: acesse a página no endereço www.feblivraria.com.br   O portal permite a busca de livros, por critérios como autor encarnado, título, médium ou Espírito. Os livros estão dispostos de acordo com o gênero. O portal traz, ainda, sinopses e o primeiro capítulo de todos os livros. Ao fazer consultas sobre um título, o sistema oferece a opção de ver outros títulos do mesmo autor, médium ou Espírito.

 - DO CEBM

Almoço de Confraternização
3 de dezembro, às 12:30 **  Compareça  -  Divulgue

Visite o nosso site: www.bezerramenezes.org.br. Assim, poderá ter o Centro em seu lar durante 24 horas. Apresente sugestões para que possamos melhor direcioná-lo a você. Cadastre-se para receber O BOLETIM on-line.

O DEPARTAMENTO DE DIVULGAÇÃO dispõe, para empréstimo, de fitas de áudio e vídeo, com temas doutrinários. Possui uma biblioteca com mais de 1100 títulos à sua disposição. Procure um dos nossos plantonistas.
“Com o bom livro, caminhamos na direção do futuro e recebemos da Divina Imortalidade
a nossa gloriosa destinação de filhos da Luz.” (Emmanuel)

As reuniões de Educação Espírita da Infância, Juventude e Família já se iniciaram, aos sábados, de 14:30 às 17:00. As inscrições estão abertas.

Inscreva-se nos Grupos de Estudo que o Centro oferece. Informe-se na Secretaria.

Consulte a programação dos estudos doutrinários. Sua presença às reuniões é aguardada com alegria.

Prezado irmão associado: Coopere com nossa Casa mantendo em dia suas mensalidades. Delas dependem nossas tarefas assistenciais e de manutenção dos prédios.

• CAMPANHA DE NOVOS ASSOCIADOS - Para concretizarmos os novos projetos, precisamos aumentar o quadro de associados cooperadores, corações generosos que se unam a nós, participando das despesas de manutenção e conser-vação dos prédios. “Ajudar é honra que nos compete.” Contamos com você.

• Projeto de Adequação do Auditório - Campanha para Troca do Piso Contamos com a sua colaboração. Informações na Secretaria. Verifique a melhor maneira de ajudar. Contamos com a sua colaboração.

Venha conhecer as atividades do Departamento de Assistência e Promoção Social Espírita - DSAPSE
Estaremos estudando, debatendo e refletindo no próximo dia 25 de novembro,  às 10:00


 
   

 

voltar ao topo


 

ATIVIDADES DO CENTRO

18:50/20:15 – Reunião de Estudo e Educação da Mediunidade ( privativa)
18:30/20:00 – Reunião de Atendimento  Espiritual (privativa)
...............................................................................................

13:45/15:00 – Reunião de Atendimento Espiritual (privativa)
14:30/15:00 – Diálogo Fraterno
15:00/16:30 – Reunião de Estudos Doutrinários (pública)
16:30/17:00 – Diálogo Fraterno
16:30/18:00 – Grupo de Estudo: Introdução à Doutrina Espírita * O Livro dos Espíritos
                    – Grupo de Estudo: * O Livro dos Médiuns
...............................................................................................

08:00/08:30 – Encontro de Oração
08:30/09:00 –  Diálogo Fraterno 
15:00/17:00 – Artesanato
19:00/20:30 – Grupos de Estudo

  • Introdução à Doutrina Espírita
  • Básicos da Mediunidade
  • Estudos do Evangelho
...............................................................................................

15:00/16:30   –  Estudo  da Doutrina Espírita em Esperanto
16:30/18:00   –  Esperanto: Curso Básico
18:30/19:00   –  Diálogo Fraterno
19:00/20:30   –  Reunião  de Estudos Doutrinários (pública)
...............................................................................................

08:00/08:30  - Encontro de Oração
18:45/20:00 - Reunião de Atendimento à Distância (privativa)
.................................................................................................

15:00/17:00 - Educação Espírita da Infância
15:00/17:00 - Educação Espírita da Juventude
15:00/17:00 - Educação Espírita da Família
15:00/17:00 - Grupo de Estudos Espíritas
17:30/19:30 - Grupo de Estudos Espíritas
.................................................................................................

10:00/11:30 - Reunião de Estudos Doutrinários (pública)
13:45/16:30 - Caravana - Visita ao Instituto Miguel Pedro ( mensal - no 3º domingo)
13:00/18:00 - Caravana - Visita ao Centro Espírita Filhos de Deus ( mensal - no 4º domingo)

 

voltar ao topo



 

Centro Espírita Bezerra de Menezes © 1912 - 2006. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Rafael Santos