O Boletim - Outubro/2006 - ANO XLVIII - Nº 587

Baixe aqui a versão em PDF

• REFLEXÕES COM BEZERRA
• EDITORIAL
• LIVRO DO MÊS
• MOMENTO DE POESIA
• VULTO DO MÊS
• PÁGINA AO JOVEM
• NO MUNDO DO ESPERANTO
• LEMBRETE FRATERNO
• ATIVIDADES DO CENTRO
• PALAVRAS DE ALAN KARDEC
• NOTÍCIAS
• PENSAMENTOS QUE MERECEM MEDITAÇÃO
•Educação Espírita - Infância - Juventude e Família
  



Bezerra convida-nos à reflexão

LAR CRISTÃO

 

 

 

Meus  Filhos
    Quando um Lar de amor cristão se abre, na Terra, fecham-se os presídios punitivos e as casas de reeducação. Lar cristão para a comunidade é o templo-escola, o santuário-domicílio onde as almas se albergam, encontrando renovação e paz.  Através dele, o lar da bênção, caldeiam-se sentimentos, removem-se dificuldades, realizam-se cirurgias de profundidade edificam-se labores de renovação com Cristo à frente.
    Não esqueçamos de santificar o trabalho que nos cumpre realizar, a contributo de soledade, de dor ou de sorriso, conforme as próprias necessidades, para que o Cristo, vivo e atuante, opere por nós, na construção da humanidade feliz e ditosa na qual renasceremos mais tarde.
    Bom ânimo, meus filhos! Esqueçamos o relatório dos azedumes, o rol das mágoas, os apontamentos deprimentes. Quem encontra a madrugada já não vislumbra recantos em sombra para imprecar contra as trevas. Quem viaja com o Sol não percebe a presença da noite que foi devorada pela claridade. Somos viandantes do pretérito. É justo que o nosso caminho esteja assinalado por limitações e dívidas, que o Senhor nos concita a regularizar para a nossa própria felicidade. Não nos tem faltado apoio e ajuda.
    Adiante, meus filhos! Dificuldade de hoje, será triunfo de amanhã; lágrimas de agora, serão coroas de luz colocadas mais tarde em nossas almas; incompreen- sões, neste momento, constituirão sorrisos do futuro; dores atuais se tornarão algemas partidas no porvir. Jesus conta conosco. Demo-nos as mãos, meus filhos, e, amando e servindo, sigamos adiante, certos da vitória final.

   

Bezerra de Menezes

( Trechos da mensagem psicofônica através da mediunidade de Divaldo Pereira Franco, no encerramento da VII Conferência Estadual Espírita, no dia 10/04/2005, em Curitiba, Paraná.  Revista pelo Autor espiritual. )

voltar ao topo


 


EDITORIAL

Neste 3 de outubro estamos comemorando o aniversário de nascimento do Prof. Hippolyte Léon Denizard Rivail, que nasceu na cidade francesa de Lyon, em 1804. Passados 52 anos, o professor renunciou ao seu nome civil e adotou aquele que o tornaria conhecido em todo o mundo: Allan Kardec.
     Era o mês de abril de 1857 e simultaneamente era lançado o primeiro livro básico do espiritismo, que Kardec chamou de O Livro dos Espíritos.
     São passados 149 anos e aqui estamos, em nossa Casa de Bezerra, não simplesmente comemorando essa efeméride, mas procurando manter vivos os ideais que nos foram colocados pela coerência do Codificador.
     O Espiritismo nos ensina que nada é por acaso e, se fizermos uma reflexão acerca da nossa doutrina, vamos concluir que a primeira metade do século 19 foi a grande época em que as idéias eram reformadas e a cultura do mundo passava por um processo inédito de renovação, sem que estigmas e sombras cerceassem o pensamento...Tudo era analisado à luz do conhecimento existente.
     A Europa era o berço desse conhecimento e Paris o centro de tudo. Ali, o Prof.Rivail procurou entender a fenomenologia que o cercava e, também, todas as manifestações espirituais que eclodiam por todo o planeta. Se Paris era o centro cultural do mundo, ele era um dos mais conhecidos educadores da França e a espiritualidade não poderia ter escolhido melhor intérprete dos valores de Deus.
     Herdeiro do método de Descartes e da Pedagogia inovadora de Pestalozzi, Kardec teve a genialidade de perceber que tinha em mãos um código moral superior que, para não ser mais um modismo, teria que passar por vários crivos e o primeiro deles seria o da razão.

     Ao  codificar a doutrina espírita, ele o fez com os recursos da ciência, da filosofia e da moral cristã primordial. Nada conseguiu derrubar a estrutura construída e, hoje, aqui estamos dando continuidade a esse trabalho, pequeno ponto no universo do Espiritismo, mas felizes por agregarmos valor ao trabalho que Kardec iniciou, em nome de Jesus.

voltar ao topo


 

MOMENTO DE POESIA

SALVE KARDEC

Sobre a Terra de sombra e da amargura
A treva espessa e triste se fizera.
A Ciência e a Fé nas asas da quimera
Mais se afundavam pela noite escura.

A alma humana de então se desespera,
E eis que das luzes místicas da altura
Desce outra luz confortadora e pura,
De que o mundo infeliz se achava à espera.

E KARDEC recebe-a, sobre o abismo
Espalhando as lições do Espiritismo,
Em claridades de consolação.

Emissário da Luz da Verdade,
Entrega ao coração da Humanidade
A Doutrina de Amor e Redenção.

Casimiro Cunha

(XAVIER, Francisco Cândido. Doutrina e Vida.  Edição CEU)

   

voltar ao topo


 

 

LIVRO DO MÊS

Luz acima

XAVIER, Francisco C. LUZ ACIMA. Pelo Espírito Irmão X. Rio de Janeiro, RJ: FEB

A obra apresenta crônicas e contos de muita oportunidade, pois se inserem nos conflitos interiores que a Humanidade, mais do que nunca, atravessa. Preceitua a necessidade de urgência para a união e renovação da Humanidade.
Os textos são atraentes e muito elucidativos.
BOA LEITURA

AMIGO LEITOR Lembre-se: “O livro edificante é sementeira da Luz Divina, aclarando o passado, orientando o presente e preparando o futuro...”
André Luiz    

    
Instruções Psicofônicas  


voltar ao topo


 

VULTO DO ESPIRITISMO

PIERRE - GAËTAN LEYMARIE (síntese biográfica)

 
 

Nasceu em Tulle, França, em 02 de maio de 1827. Pierre-Gaëtan Leymarie foi um dos mais destacados continuadores da obra de Allan Kardec. Foi um homem notável, que sempre se interessou pelos ideais nobres. Quando Allan Kardec iniciou a publicação da Revue Spirite e das obras fundamentais do Espiritismo, contou com o incondicional apoio de Leymarie, o qual se tornou um dos seus mais assíduos assessores.

 

Também passou a exercer os cargos de redator-chefe e diretor da Revue Spirite. Durante trinta anos, no atribulado período que se seguiu ao decesso de Kardec, quando o Espiritismo era encarado com reservas, sendo alvo de zombarias e inconcebíveis ataques, Leymarie manteve-se em luta constante, proclamando bem alto os nobres ideais da Terceira Revelação, através das páginas da Revue Spirite e da palavra falada. A Revue Spirite se tornou órgão de divulgação de todos os ideais nobres de cunho humanitário, moral e espiritualista. Os trabalhos encetados na Inglaterra por William Crookes tiveram na revista a melhor acolhida e o próprio Leymarie fez experiências com um médium fotógrafo, obtendo uma série de fotos que foi publicada em suas páginas. Nessa época foi vítima de detratores do Espiritismo, quando o fotógrafo Buguet, fazendo uso dos meios fraudulentos na obtenção de fotografias de Espíritos, é processado pelo Ministério Público. Em 16 de junho de 1875, Leymarie e Firman foram também envolvidos no processo, em vista dos laços de amizade que mantinham com Buguet, e desta forma, julgados coniventes na fraude. Os três foram condenados. Buguet e Firman conseguiram a liberdade. Leymarie não. Amèlie Boudet, viúva de Allan Kardec, atuou no processo como testemunha. Cartas de solidariedade de todo o mundo foram enviadas a Leymarie. A Sociedade para Continuação das Obras Espíritas de Allan Kardec recebeu manifestações de simpatia de vários países, inclusive do Brasil. Apesar de todo o empenho e de tantas declarações e testemunhos abonadores, Leymarie foi condenado a um ano de prisão celular. Um pouco mais tarde, anulada a sentença condenatória, o infatigável discípulo de Kardec voltou às atividades, retomando a direção da Sociedade e da Revue Spirite. Em 1889, Leymarie organizou o I Congresso Espírita da França. Leymarie foi assim, fervoroso propagandista da Doutrina. Orador e escritor, conseguiu, pela firmeza de seus ideais, atrair a simpatia e a admiração de muitos pensadores da época. Foi homem sensível e profundamente honesto. Sua esposa, Marina, deu-lhe sempre a máxima cooperação. Quando Leymarie foi processado, ela escreveu a admirável memória Procés des Spirites, que se tornou precioso documento para a história do Espiritismo. Leymarie desencarnou no dia 10 de abril de 1901, na cidade de Paris.

 

 

voltar ao topo


 

LEMBRETE FRATERNO

REFLEXÕES EM TORNO DA DOUTRINA

 
 

“– Então disse Jesus à figueira: Que ninguém coma de ti fruto algum...”
Marcos, 11: 4

Uma proposta constante que o Cristo nos faz é para que exerçamos e trabalhemos a nossa fé, dando-lhe a dimensão justa de um sentimento elevado, construído na obra do bem, produto da esperança.

    Não aquela confusa sensação que o espírito protetor José, no capítulo XIX do Evangelho Segundo o Espiritismo, chama de “fé sem comprovação, cega filha da cegueira...”

    A força mística da parábola da figueira que secou, reside exatamente na lição que Jesus ofereceu ao mostrar que não era Ele que secava a figueira, a árvore é que ruía ante o impacto de sua inutilidade.

    Aí está o caráter místico. Em natureza, tudo tem seu papel e sua razão, todas as coisas refletem Deus e Sua vontade, se assim não fosse, melhor seria que definhassem na seqüência do seu ciclo vital, dando lugar aos que quisessem produzir.

    É de se considerar que aquela figueira em Betânia, não estava ali por acaso, forças naturais agiram para que sua semente original germinasse, a água veio dar a medida certa de nutrição para que crescesse, seus brotos sobreviveram ao apetite dos pássaros e às passadas inconseqüentes dos transeuntes; o Sol a fortificou com o vigor dos seus raios e, finalmente, quando dela se esperava a resposta por todo o esforço realizado, ela nada tinha a oferecer... Viçosa, não tinha frutos, frondosa, não tinha vida...

    Assim como a missão da figueira era frutificar e, através dos seus frutos, alimentar e dar continuidade à sua espécie através das sementes, também o homem deve ser produto do seu trabalho, no esforço de atingir a sua maturidade e frutificar, espalhando as suas realizações e justificando a sua passagem pela vida material.

    Quantos companheiros de jornada se apresentam sob o brilho da cultura, refletem uma inteligência e um discurso sem comparação, mas não constroem o edifício da fé interior, preferindo o elogio fácil a fornecerem o alimento espiritual a tantos que poderiam beneficiar-se de suas qualidades...

    Agarram-se eles ao mundanismo, quando poderiam cultivar o espírito e ajudar na modelagem de tantas personalidades que precisam de apoio para se firmarem e construírem seus caminhos. 

    São irmãos que se esquecem dos compromissos assumidos e usam  seu  verbo  para  defender crimes contra a natureza,  enaltecer a  violência  das guerras ou justificar o massacre através do aborto!Inteligências exuberantes que, infelizmente, não resistirão à passagem do Cristo, tal como a figueira, e perderão a oportunidade de oferecer o melhor de si ao Mestre de Nazaré, só lhes restando continuar à beira do caminho, renovando-se na luta e esperar a próxima passagem do Cristo, quando, talvez, com seus conceitos  melhorados, suas  lições  redefinidas  e  o verbo pleno de fé, possam atender ao pedido do Mestre, oferecendo o que de melhor puderem construir com amor e fé.

Assaruhy Franco de Moraes

voltar ao topo



PÁGINA AO JOVEM

 
   

A  PAZ  NASCE  NO  LAR

MEU JOVEM AMIGO

Você já se deu conta de que as guerras, tanto quanto a violência, nas suas múltiplas faces, nascem dentro do lar?
Já é hora de pensar com mais seriedade a este respeito e tomar atitudes para mudar esta triste realidade que nos cerca. É hora de compreender que, se quisermos construir um mundo melhor, os alicerces desta construção devem ter suas bases firmes no lar.

JESUS, nosso Irmão Maior, trouxe-nos a receita da PAZ. Com ela poderemos erguer-nos, da treva à luz; da ignorância à sabedoria; do instinto à razão; da tirania à compaixão; da extorsão à justiça; do pântano ao monte; do lodo à glória.

  

(Momento Espírita. V. 5. Curitiba, PR : FEP. 2004. p.43-5)

voltar ao topo


 

NO MUNDO DO ESPERANTO

“La paco de Jesuo estu en la koroj de niaj karaj gefratoj”

I  ENCONTRO BRASILEIRO DE ESPERANTISTAS ESPÍRITAS

 

 

 

 

A Espiritualidade Superior freqüentemente nos adverte, através da mediunidade, sobre a  necessidade do ensino da Língua Internacional, pois há    ideais  que são comuns  tanto à  Doutrina Espírita quanto ao Esperanto.
     O Esperanto não é somente mais uma língua, mas possui  uma  idéia interna que está além da gramática, da pronúncia e do vocabulário e coloca  em destaque a necessidade de paz, amor, solidariedade, fraternidade entre todos os povos, como  também o faz a Doutrina Espírita e, de um modo geral, todas  as outras religiões.
     Entretanto, o  Esperanto é uma língua neutra,  não está  ligado particularmente a nenhuma religião,   há esperantistas no seio de todas as religiões e até entre os que não têm religião. Mas a divulgação do Esperanto está muito difundida nos meios espíritas, por isso há  um grande número de espíritas que são também esperantistas e é freqüente a realização de  encontros de espíritas esperantistas.
     Em São Paulo ocorrerá um evento esperantista espírita que terá uma amplitude maior. Será em nível nacional. De 13 a 15 de  outubro estaremos reunidos no  1º ENCONTRO BRASILEIRO DE ESPERANTISTAS ESPÍRITAS, organizado pelo Centro Espírita Batuíra, com o apoio do Sanatório Espírita Vicente de Paulo.
    O encontro tem por objetivo reunir pessoas cujo interesse comum seja o Espiritismo e o Esperanto, considerando que o número dessas pessoas é muito grande no Brasil, para tratar de assuntos como: divulgação do Esperanto, organização de cursos de Esperanto para crianças, jovens e adultos, fundação de grupos de estudo sobre Espiritismo em Esperanto, tradução de livros espíritas para o Esperanto, etc.  
    O tema do encontro será: “A CASA ESPÍRITA E O ESPERANTO”
  —  Porque o Esperanto em casas espíritas?
—  Como o Esperanto em casas espíritas?
    O local do evento será o Sanatório Espírita Vicente de Paulo, situado na rua Pará 1280 - Ipiranga, em Ribeirão Preto.
    O conhecido eminente esperantista espírita José Passini, de Juiz de Fora, fará a palestra de abertura do encontro no dia 13 de outubro, 6ª feira, às 19:30.
    Outras  participações:
    Izao Carneiro Soares, do Instituto de Homeopatia François Lamasson e Museu de Homeopatia Abrahão Brickmann de Ribeirão Preto, que falará sobre Homeopatia e Espiritismo.
     Lucas Yassumura de Jundiaí será o apresentador e também falará sobre o seu trabalho na Rádio Boa Nova de Guarulhos, onde foi lançado um novo programa sobre o Esperanto.
    Givanildo Ramos Costa falará sobre a Rádio Rio de Janeiro e o movimento esperantista espírita no Rio.
    Paulo Sérgio Vianna dirigirá uma discussão sobre tradução de livros para o Esperanto e do Esperanto para o Português, onde se aguarda a presença de outros tradutores.  Palestras sobre temas espíritas serão feitas por: Aylton Paiva , Floriano Pessoa, Neusa Priscotin (Mima),  Ìsis Okabe Píton e outros.
    Márcia de Castro Soares falará sobre seu livro lançado pela Sociedade Lorenz: “Mi Eksterkorpe” (Eu fora do corpo)
    Haverá visitas ao Museu de Homeopatia e ao Parque Curupira, mostras de filmes, fotos e discos, apresentações artísticas, cursos, atividades para crianças adequadas às  idades.
     Informações:
http://www.bres.org.br / bresrp@yahoo.com.br/ sauen@netsite.com.br
Tel.: (16) 3021 7063 – Mima

   

Colaboração de Maria Ramos Williams  

 

voltar ao topo


 

PENSAMENTOS QUE MERECEM MEDITAÇÃO

SEMPRE É BOM LEMBRAR

• Está no ar um novo dia. Programe já o que vo-cê vai fazer. O tempo está a seu favor.
• Use bem a sua inteligência, o seu talento, a sua força de vontade, a sua emoção.
• Este será um dia para você subir um degrau a mais na escada do progresso. Exatamente ho-je, você pode criar as condições para chegar lá.
• Por isso, escolha bem os seus pensamentos. Não perca tempo com o que lhe traz aborreci-mentos.
• Entregue-se a Deus. Confie Nele e na sua ca-pacidade, e vá em frente.

     

 

voltar ao topo



 

   

voltar ao topo



 


Palavras de ALLAN KARDEC

ALLAN KARDEC e o Auto-de-Fé das obras Espíritas em Barcelona

 

Com a gravidade, a clareza e a concisão que lhe eram peculiares, Allan Kardec escreveu, na Revista Espírita de 1861, notável artigo ponderando:
         “ Se examinarmos este processo sob o ponto de vista de suas conseqüências, desde logo vemos que todos são unânimes em dizer que nada podia ser mais feliz para o Espiritismo. A perseguição foi sempre vantajosa à idéia que se quis proscrever; por esse meio exalta-se a importância da idéia, chamando-se a atenção para ela, e faz-se que seja conhecida daqueles que a ignoravam.(,,,)
         “ Podem queimar os livros, mas não se queimam as idéias; as chamas das fogueiras as super-excitam em lugar de abafá-las. Ademais, as idéias estão no ar, e não há Pireneus bastante elevados para detê-las; e quando uma idéia é grande e generosa, encontra milhares de peitos prontos para almejá-la. O que se lhe haja feito, o Espiritismo já possui numerosas e profundas raízes na Espanha; as cinzas dessa fogueira as multiplicarão. Mas não será só na Espanha, porém, que se obterá esse resultado: os efeitos da repercussão do fato o mundo inteiro os sentirá.”
      Concluindo, proclamou:
          “ Espíritas de todos os países! Não olvideis esta data de 9 de outubro de 1861. Ela será marcada nos fastos do Espiritismo; que ela seja para vós um dia de festa e não de luto, porque é a garantia do vosso próximo triunfo!”

 

 

( Fonte: WANTUIL, Zeus e THIESEN, Francisco. Allan Kardec. Vol. II. p. 300 )

voltar ao topo



Educação Espírita

Infância - Juventude e Família

 

“ O diálogo deve ser a pedra básica de um lar espírita. Dialogando, deve-se transmitir aos filhos uma concepção madura e responsável, uma visão espírita das coisas do mundo. (...)
Porém, não se pode transmitir nada disso apenas por sermões bem ensaiados. É através do exemplo diário, da convivência equilibrada da família com as dificuldades que todos nós enfrentamos, que as crianças aprendem com maior eficácia o valor da paciência e da fé. Nisso, somos secundados pelos Espíritos do Bem. E a oração é o canal de sintonia.”

INCONTRI, Dora. A Educação da Nova Era. p.80-2. Trechos

Evangelizadores, pais e responsáveis se unem num esforço conjunto para atingir esse futuro glorioso.  Junte-se a nós. Ofereça a seus filhos a oportunidade de preparar-se para o amanhã.

voltar ao topo



NOTÍCIAS

Assembléia Legislativa do Rio faz homenagem a Kardec

Realizada no dia 3 de outubro de 2006 a sessão solene comemorativa do 202º aniversário do codificador da Doutrina Espírita, Allan Kardec, às 18:00, na rua Primeiro de Março, s/nº, Palácio Tiradentes (Rio de Janeiro). Iniciativa da Diretoria Executiva do Conselho Espírita do Estado do Rio de Janeiro (CEERJ).

RÁDIO  RIO  DE JANEIRO

Novo transmissor reserva e maior velocidade de conexão na Internet.
www.radioriodejaneiro.am.br
Torne-se um dos 3.000 colaboradores do FUNDO DE MANUTENÇÃO a fim de que a emissora alcance sua auto-suficiência financeira e se mantenha no ar. Ligue: 2478-1400 / 2461-1400

 - DO CEBM

• Visite o nosso site: www.bezerramenezes.org.br. Assim, poderá ter o Centro em seu lar durante 24 horas. Apresente sugestões para que possamos melhor direcioná-lo a você. Cadastre-se para receber O BOLETIM on-line.

• O DEPARTAMENTO DE DIVULGAÇÃO dispõe, para empréstimo, de fitas de áudio e vídeo, com temas doutrinários. Possui uma biblioteca com mais de 1100 títulos à sua disposição. Procure um dos nossos plantonistas.
“Com o bom livro, caminhamos na direção do futuro e recebemos da Divina Imortalidade
a nossa gloriosa destinação de filhos da Luz.” (Emmanuel)

• As reuniões de Educação Espírita da Infância, Juventude e Família já se iniciaram, aos sábados, de 14:30 às 17:00. As inscrições estão abertas.

• Inscreva-se nos Grupos de Estudo que o Centro oferece. Informe-se na Secretaria.

• Consulte a programação dos estudos doutrinários. Sua presença às reuniões é aguardada com alegria.

• Prezado irmão associado: Coopere com nossa Casa mantendo em dia suas mensalidades. Delas dependem nossas tarefas assistenciais e de manutenção dos prédios.

• CAMPANHA DE NOVOS ASSOCIADOS - Para concretizarmos os novos projetos, precisamos aumentar o quadro de associados cooperadores, corações generosos que se unam a nós, participando das despesas de manutenção e conser-vação dos prédios. “Ajudar é honra que nos compete.” Contamos com você.

•Projeto de Adequação do Auditório - Campanha para Troca do Piso Contamos com a sua colaboração. Informações na Secretaria.


 
   

 

voltar ao topo


 

ATIVIDADES DO CENTRO

18:50/20:15 – Reunião de Estudo e Educação da Mediunidade ( privativa)
18:30/20:00 – Reunião de Atendimento  Espiritual (privativa)
...............................................................................................

13:45/15:00 – Reunião de Atendimento Espiritual (privativa)
14:30/15:00 – Diálogo Fraterno
15:00/16:30 – Reunião de Estudos Doutrinários (pública)
16:30/17:00 – Diálogo Fraterno
16:30/18:00 – Grupo de Estudo: Introdução à Doutrina Espírita * O Livro dos Espíritos
                    – Grupo de Estudo: * O Livro dos Médiuns
...............................................................................................

08:00/08:30 – Encontro de Oração
08:30/09:00 –  Diálogo Fraterno 
15:00/17:00 – Artesanato
19:00/20:30 – Grupos de Estudo

  • Introdução à Doutrina Espírita
  • Básicos da Mediunidade
  • Estudos do Evangelho
...............................................................................................

15:00/16:30   –  Estudo  da Doutrina Espírita em Esperanto
16:30/18:00   –  Esperanto: Curso Básico
18:30/19:00   –  Diálogo Fraterno
19:00/20:30   –  Reunião  de Estudos Doutrinários (pública)
...............................................................................................

08:00/08:30  - Encontro de Oração
18:45/20:00 - Reunião de Atendimento à Distância (privativa)
.................................................................................................

15:00/17:00 - Educação Espírita da Infância
15:00/17:00 - Educação Espírita da Juventude
15:00/17:00 - Educação Espírita da Família
15:00/17:00 - Grupo de Estudos Espíritas
17:30/19:30 - Grupo de Estudos Espíritas
.................................................................................................

10:00/11:30 - Reunião de Estudos Doutrinários (pública)
13:45/16:30 - Caravana - Visita ao Instituto Miguel Pedro ( mensal - no 3º domingo)
13:00/18:00 - Caravana - Visita ao Centro Espírita Filhos de Deus ( mensal - no 4º domingo)

 

voltar ao topo



 

Centro Espírita Bezerra de Menezes © 1912 - 2006. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Rafael Santos