Centro Espírita Bezerra de Menezes

Emygdio da Graça

Emygdio da Graça viveu a primeira parte de sua vida na cidade de Niterói, onde cursou Humanidades. Mudou-se para a cidade do Rio de Janeiro, onde exerceu cargo na administração dos Correios do Distrito Federal, na agência postal de Cascadura.

Naquela época, Emygdio da Graça foi atingido pela onda de ódio que se desencadeava contra o Espiritismo, sofrendo campanhas e perseguições. Como médium, com várias faculdades mediúnicas, realizou as tarefas do fiel seareiro e cada vez mais tornava-se apto a receber do Alto a inspiração sobre a missão que lhe estava reservada.

Em meio às dificuldades da época, Emygdio da Graça reuniu alguns devotados companheiros de ideal, conseguiu uma casa na rua Souza Gomes, em Cascadura, próxima ao seu local de trabalho, e ali fundou, no dia 12 de setembro de 1912, uma instituição espírita, seguindo sempre a orientação espiritual de Bezerra de Menezes.

Portador de uma bronquite crônica, os seus males se agravaram e, no dia 13 de agosto de 1938 veio a desencarnar.

Emygdio da Graça presidiu o Centro Espírita Bezerra de Menezes desde a sua fundação até os seus últimos instantes na Terra. Legou-nos esta obra e afirmamos que, quando os alicerces de uma obra são bem feitos, podemos ter certeza do seu progresso.